domingo, 14 de novembro de 2010

Por Mais Que Doa...

É como caminhar no passado,
Num círculo perfeito e fechado.
Mãos cingidas, e apertadas
O presente são memórias não passadas

Nasce e cresceu do fogo do gelo
Ardeu e se tornou num pesadelo,
Que por mais que queime ou faça doer,
Nada vou fazer para o apaziguar ou conter

É o silêncio que não se ouve
É a luz que no escuro não se envolve
Por mais que possa gritar, nada muda,
Embora doa, é dor que iluda..

É a dúvida que não se responde
É o sentimento que não se esconde
E por mais que doa…
É sempre dor, que o coração perdoa..

11 comentários:

Anónimo disse...

Jorge.. és o meu escritor preferido :D

Sempre que escreves um poema e me envias para eu ler eu fico ... com as lágrimas nos olhos.. E acredita que és dos poucos que consegue fazer isso.. Até porque.. eu sou forte como tu dizes :D Ahah
Bem mas falando de assuntos mais serios eu sempre te disse que levavas imenso jeito para escrever poemas .. E por muito que eu saiba que tu escreves bem, cada vez que escreves um novo poema eu fico comovida ..
...
Olha peço desculpa, mas é que eu ao contrário de ti não levo jeitinho nenhum para a escrita :S
Bem mas o que conta é a intençao e tu sabes que eu estarei sempre aqui para te gabar... AHAH
FELICIDADES JORGINHO...

GMDTP

TENHO ORGULHO DE TI <3

Vieira Calado disse...

Olá, boa noite!

está bem escrito o poema:

bom ritmo, sonoridades, exploração do tema!

Saudações poéticas

Zil Mar disse...

Oi Jorge...

Obrigada pela visita...é uma honra ter vc no meu cantinho!

Eu amei seus poemas...seu blog está lindo!

Estou diante de um Poeta...

Coloquei seu blog entre os meus favoritos....

Desejo a vc toda sorte que merece!

Bjos!!!!

Zil

Marilu disse...

Querido amigo, vim agradecer a sua visita, seja muito bem vindo. Conhecendo teu espaço adorei, e já estou te seguindo também. Beijocas

Valquíria Oliveira Calado disse...

Gostoso de ler, gostei, bjos.

otilia cristina disse...

POESIAS LINDAS..PALAVRAS FORTES..GOSTEI...DO SEU BLOG E DO QUE ESCREVE
BOA TARDE
OTILIA

Afrodite disse...

Linda poesia,Jorge!
Fico admirada de um jovem como vc se interessar poor tal coisa!
Admirável!
Obrigada pela visita!
Passei pra conhecer seu blog e retribuir a mesma!
Um beijo!
Afrodite

Carla Farinazzi disse...

Grande Jorge... Quanta intensidade!
Lindos textos...
Gostei das músicas também.

Venho te agradecer e encontro diversos amigos aqui, que bacana!

Grande beijo

Carla

Mayra Di Manno disse...

Ola Jorge,
Agradeço sua visita no meu blog.
Vim conhecer o seu e me deparo com grandes figuras que já acompanho há algum tempo.
Gostei dos teus textos, tem alma.
Voltarei outras vezes!
Um beijo,

Paula Barros disse...

Jorge, muito intenso o seu poema...o presente é tão preenchido de passado, e você diz bem neste poema.

Fiz a leitura do poema pausadamente, em voz alta, e parece que ele entra rasgando as lembranças, as dores, os silêncios que não se ouve.

abraço!

Nelma disse...

Ola Jorge vim agradecer a sua visita e de cara ja gostei dos textos que escreves muito profundo e cheio de sentimentos ...Tb voltarei mais vezes

abração